Donata Meirelles aborda o material que tem revolucionado as produções fashion

Donata Meirelles destaca que, em se tratando do mercado fashion, o uso de materiais diversos é uma realidade cada vez mais vista, tanto na moda praticada nas passarelas, quanto na que se vê nas ruas. Se no passado somente tecidos e couro eram comuns nas coleções, hoje a tecnologia promoveu uma revolução na fabricação das peças. A fibra de carbono, por exemplo, é uma matéria-prima inovadora que tem sido bem aceita nesse meio.

O emprego desse material não é novidade para outros segmentos, tais como o da aviação, o esportivo e o náutico. Na moda, contudo, a fibra de carbono faz sua estreia. Embora possa remeter a algo de grande dureza, suas vantagens consistem no fato de ser algo que apresenta extrema leveza e resistência. Engana-se, porém, quem imagina que o material é somente utilizado em acessórios de moda. Conforme reporta a empresária Donata Meirelles, este também tem sido adotado na criação de novas roupas.

O uso no mundo da moda, no que se refere a este tipo de fibra é recente. Para se ter ideia, um levantamento realizado em 2012, feito pela organização Reinforced, constatou que o material apresentava 23% de seu emprego na construção de turbinas voltadas aos segmentos automobilístico e aeronáutico. A relação com a moda era ainda distante, já que seu emprego ficava limitado à criação voltada aos itens com características esportivas. Vale ressaltar que a pesquisa em questão abordou a utilização da fibra de carbono em todo o mundo.

Uma das primeiras grifes que fizeram uso das peculiaridades desse material foi a italiana Lamborghini. Houve a decisão por parte da administração da empresa de que seria o momento de se lançar algo que empregasse a fibra em questão. A escolha consistiu na criação de uma coleção de bolsas. Apesar do uso considerado pioneiro no ramo da moda, as peças possuíam um caráter artesanal, pois foram confeccionadas todas à mão.

Após a Lamborghini, outra marca decidiu investir em coleções contendo o material. Dessa vez foi a hora da G-Shock. Lembrada em razão da produção de itens que apresentam grande resistência, como relógios, por exemplo, a marca aprimorou suas produções com a matéria-prima. Embora tenha se mantido fiel aos tipos de produtos que costuma desenvolver, o diferencial está no fato da fibra de carbono ter possibilitado aspecto e durabilidade melhores às peças, salienta Donata Meirelles.

Em se tratando da Lamborghini, no que diz respeito à coleção contendo o material, esta foi lançada por meio da feira internacional de Basel. Para o Brasil, espera-se que as novidades da marca estejam disponíveis para a compra até o final de 2019. A grife promete uma variedade de cinco modelos de relógios compostos por fibras de carbono.

Por enquanto, o filão da moda que mais se beneficia com o emprego da fibra é o de relógios, dadas as características que o material consegue conferir a este tipo de produto. Donata Meirelles assinala, contudo, que outras empresas do meio fashion estudam adotar a matéria-prima também em tecidos, já que a leveza obtida é satisfatória para tal propósito.

Donata Meirelles – uma das 40 brasileiras mais poderosas da atualidade segundo a Forbes

A consultora de moda e diretora de estilo Donata Meirelles tem uma grande história com a moda de luxo nacional. Por sua influência no meio, ela figura na lista da Forbes como uma das brasileiras mais poderosas. Continue lendo o post e entenda os motivos para isso.

A lista

A Forbes levantou informações de muitas brasileiras e levou em conta uma série de fatores como sua posição em grandes organizações, visto que elas ergueram outras administram entidades de renome, a capacidade de formar opiniões, inspirar atitudes positiva, seu esforço em trazer mais educação, saúde, justiça e igualdade para o país.

Na ocasião, Donata foi entrevista pela publicação e contou um pouco sobre o início da carreira e o atual trabalho na Vogue Brasil, importante revista de moda. Ao ser questionada como iria comemorar os 30 anos de moda, ela respondeu que não sabia como comemorar e que estava “entrando de cabeça” nos eventos promovidos pela Vogue.

Há pouco mais de seis anos, ela aceitou o pedido da amiga Daniela Falcão para ingressar na revista como diretora de estilo, posto que até então não existia na versão brasileira da revista. Como ela tinha passado um tempo sabático na Daslu e estava repondo as energias, aceitou o desafio.

Sobre a Daslu, boutique de luxo a qual trabalhou por 23 anos, Donata foi enfática dizendo que não foi sócia da empresa, mas sim cliente, depois vendedora e quando o governo do ex-presidente Fernando Collor permitiu importações, passou a decidir quais marcas de roupas estrangeiras seriam vendidas na loja.

Na Vogue, sua missão é proporcionar o olhar da leitora para a publicação. Apesar de não ter formação em comunicação, ela acredita desempenhar bem seu papel de diretora de estilo, em virtude principalmente, dos anos de experiência no mundo da moda.

Nos últimos anos, seu maior desafio foi pensar fora da casinha para conseguir gerar rendimentos por meio da força da marca Vogue. Para isso, vários profissionais desenvolveram uma plataforma de eventos em que percorrem todo o país promovendo ações, seminários e palestras.

Um desses eventos foi um grande sucesso, tanto de público como de receita. Realizado em um grande centro comercial de Goiânia, ação teve um público de mais de 70 mil presentes em apenas um dia. Os comerciantes também aderiram e criaram ações promocionais paralelas. O lucro foi muito bom e só perdeu para a melhor época do ano para os lojistas, o Natal.

Anos de Daslu

Donata Meirelles iniciou sua carreira na moda ainda nova, quando fazia faculdade de Economia. Foi em 1990 quando começou a trabalhar na Daslu como vendedora e conforme ganhava experiência subiu de cargo até diretora geral. Nessa posição, era responsável pelas compras internacionais e por delegar as tarefas de mais de 400 colaboradores.

Foi uma espécie de braço-direito da antiga proprietária da boutique, a empresária Eliana Tranchesi. Juntas viajaram para diferentes partes do mundo para conduzir negócios e participar dos principais desfiles e semanas de moda.

As filhas, Helena Bordon de Donata, Lu e Marcela de Eliana as acompanhavam em muitos desses compromissos. As meninas cresceram cercadas por moda, brincavam de desfilar e de fazer pedidos exclusivos a nomes famosos da moda, como os estilistas italianos Dolce & Gabanna. Tudo isso as influenciou e hoje Helena, Luz e Marcelle têm sua própria marca de roupas e acessórias, chamada 284.

Presença digital

Os locais e eventos que Donata Meirelles frequenta, o que faz e as roupas que vestem sempre saem na mídia especializada em moda, principalmente em blogs e na rede social. Ela dita moda, influencia profissionais da área e também os ajuda em muitas situações. Na última Semana de Moda de São Paulo recebeu algumas blogueiras para um bate-papo no Hotel Unique.

Durante a conversa falou sobre estilo e carreira. Segundo ela, a brasileira tem como a mistura sua identidade e para conseguir um bom look é importante saber dosar seu estilo próprio com as tendências. Ela falou que sempre visitou muitos lugares, viajou e conheceu pessoas formidáveis. Tudo isso foi importante para que ela pudesse trazer novos olhares e enfoques para a Vogue.

Donata é muito presente nas redes sociais, em especial o Instagram, o qual ela detém milhares de seguidores. No seu perfil posta fotos do seu cotidiano, jantares, festas de gala que participa, publicações da Vogue e muito conteúdo diversificado. Já no Facebook, o caráter das postagens é mais informativo.

 

A diva é presença cativa em eventos de gala, cujo intuito é angariar fundos para instituições sem fins lucrativos como a BrazilFoundation. Em uma das edições do Inspiration Gala São Paulo, evento de gala promovido pela Amfar, Donata adquiriu um item do leilão por 50 mil dólares.

A Amfar é uma ong americana que atua no apoio de pesquisas que buscam a cura da Aids. A entidade atua em todo o mundo financiando pesquisas e projetos que buscam não só a cura, mas a inserção de soropositivos na sociedade.

Bailes da Amfar no Brasil reúnem famosos como Donata Meirelles

A Amfar é uma entidade sem fins lucrativos que apoia pesquisas para a cura da Aids e projetos de inserção de soropositivos na sociedade. Uma vez por ano, a ong promove o Inspiration Gala da Amfar na cidade de São Paulo, evento beneficente que reúne famosos como Donata Meirelles, Sabrina Sato, Ronaldo Fenômeno, entre outros convidados ilustres. Saiba mais!

Na quarta edição do baile de gala da Amfar foi realizada na mansão de Dinho Diniz e contou com vários apoiadores, entre empresários artistas e outras pessoas públicas. Durante a festa foi realizado um leilão beneficente com itens exclusivos como obras de arte e experiências únicas.

O destaque ficou com a apresentadora Sabrina Sato que arrematou um quadro do artista plástico Vik Muniz pelo lance de 120 mil dólares. Donata Meirelles também arrematou um item por 50 mil dólares e contribuiu com a causa.

Também marcaram presença Cauã Reymond, Fernanda Tavares, Adriane Galisteu, Rodrigo Faro, Izabel Goulart, Nizan Guanaes e muitos outros. Sharon Stone chegou no evento com vários seguranças. Também chamaram a atenção a atriz Kate Moss e as modelos internacionais Naomi Campbell e Lea T. Naomi era uma das mais simpáticas e sambou ao show da cantora Martinalia e distribuiu sorrisos.

Mesmo com várias celebridades, um dos personagens mais fotografados durante o evento foi o macaco prego Skinner, que estava vestido de smoking. Luiza Brunet ressaltou “Esse bicho não é lindo?”. O dono do macaco, Dinho Diniz, possui uma espécie de zoológico em casa, com pássaros, macacos e um felino selvagem.

Ao todo foram arrecadados 3 milhões de dólares com o leilão para os projetos da Amfar. Parte desse valor foi destinado a Sociedade Viva Cazuza, ong brasileira que tem como objetivo proporcionar uma vida melhor para soropostivos.

Sétima Edição

A sétima edição também foi um sucesso. O evento homenageou o artista plástico Vik Muniz por seu empenho em ajudar a Amfar. Entre os presentes, Katie Holmes, Anitta, Preta Gil, Donata Meirelles, Nizan Guanaes, Helena Bordon, Lalá Rudge, Malu Barreto, Lea Cerezo, Lea T, Regina Casé, Fernanda Paes Leme, Yasmin Brunet, Isabella Santoni, Luiza Brunet, Fábio Porchat, Didi Wagner, Celina Locks, Carolina Ferraz e muitos outros.

a atriz Katie Holmes foi a primeira a falar, agradecendo aos presentes, colaboradores do evento e seus idealizadores. Logo em seguida ela apresentou o Kevin Robert Frost, CEO da Amfar. Robert ressaltou o programa “Countdown to a Cure for AIDS”, que em três anos foi responsável por financiar com mais de 40 milhões de dólares inúmeras pesquisas em 10 países diferentes. 55 instituições e 150 pesquisadores foram beneficiados.

Regina Casé chamou ao palco Vik Muniz, o homenageado da noite. O artista é um dos mais influentes do mundo na atualidade e apoia a causa com várias obras de arte que são leiloadas e o dinheiro revertido para as pesquisas. Os quadros dos artistas já arrecadaram mais de 400 mil dólares para a instituição. Vik agradeceu a premiação, a qual ele classificou como uma honra incrível.

A cantora Preta Gil foi um dos destaques. Ela apresentou a composição “Filho do Arco-Íris”, de autoria de Nizan Guanaes, cuja renda com os direitos autorais será revertida em totalidade para a amfAR. O segundo show da noite, da cantora Anitta, foi um dos mais agitados dos bailes da instituição no Brasil. A musa levou a maioria dos convidados para a pista de dança.

O leilão foi um dos pontos altos da noite, trazendo itens exclusivos apresentados por Simon de Pury. Entre os principais lances:

Quadro de Vik Muniz, vendido pelo lance de 135 mil dólares para ex-jogador Ronaldo Fenômeno;

Fotografia com Kim Kardashian, produzida por Mert & Marcus, dois dos fotógrafos mais cobiçados da atualidade. A locação será um hotel cinco estrelas na cidade de los Angeles. A vencedora do leilão foi a apresentadora Sabrina Sato que desembolsou 70 mil dólares pelo item;

Quadro o “Retrato” de Gustavo e Otavio Pandolfo, vendido por 60 mil dólares;

Real Ascot, o pacote inclui um lugar próximo a rainha da Inglaterra e da família real durante sua procissão anual. Ainda estão inclusos um café da manhã no Castelo de Windsor e mais dois outros eventos com convidados limitados. Todo o pacote foi arrematado por 50 mil dólares;

Riviera Francesa incluindo convites para o Festival de Cannes de Cinema e para o Grande Prêmio de F1. Também fazem parte do pacote hospedagem em hotel cinco estrelas e ingressos para amfAR Gala after party, além de jantares e festas exclusivas.

O evento foi produzido pela Josh Wood Productions e contou com vários patrocinadores, entre eles o shopping Iguatemi, Karavelle e Moët Hennessy. Foram arrecadados mais de 1,3 milhões de dólares com o leilão e desde que a Amfar passou a realizar seus bailes beneficentes em 2010, já foram arrecadados mais de 11,5 milhões de dólares no Brasil para os programas de pesquisa relacionados a AIDS.

Ideias para criar títulos de efeito e aumentar cliques

Você quer escrever notícias eficazes para o seu blog? Procurando por um título convincente para seus melhores itens? Aqui você encontrará todas as etapas úteis e idéias essenciais para aumentar as visitas do blog.

Como escrever títulos eficazes: essa é a questão que atormenta o blogueiro. Porque você pode escrever artigos em SEO, você pode escolher as melhores imagens na web e você pode pesar cuidadosamente as fontes para publicar artigos interessantes. Mas sem um título convincente, há pouco caminho a percorrer.

Escrever um título no WordPress é simples: assim que você começa a escrever um post, você tem o campo dedicado a este elemento. Na verdade, aqui você está digitando a tag H1, o título que todos veem quando você publica o artigo. Esse elemento pode ser diferente da tag de título, a string mais influente do Google.

Quando você precisa criar um título de efeito em uma postagem, é necessário considerar saldos diferentes. E você tem que usar plugins como WordPress SEO por Yoast ou All In One SEO Pack para trabalhar em diferentes frentes. Mas, em qualquer caso, a regra a seguir é simples: você precisa ser notado, deve comunicar imediatamente o valor que pode dar ao leitor.

Na realidade, você não precisa procurar por títulos, mas tem um objetivo diferente: você tem que criar um plano editorial. E este documento ajuda você a definir tópicos, tópicos e insights para o seu blog. Como? Com uma boa análise das palavras-chave e temas abordados nas comunidades.

Análise de dados quantitativos e qualitativos, é isso que você precisa fazer. Trabalhe na pesquisa de palavras-chave, analise fóruns e discussões online, crie um mapa mental com todas as ideias para abordar o tema escolhido. E mostra os títulos que você identificou no calendário editorial. Esta é a estratégia para organizar manchetes, agora você precisa entender como escrever títulos eficazes.

Mas ele consegue fazê-lo virtuosamente porque um bom título segue as regras da otimização de SEO na página. Na tag de título, há as palavras-chave mais importantes, o mesmo vale para o H1. Talvez com variáveis ​​para interceptar diferentes intenções. Depois, há o aspecto persuasivo, sempre importante.

Quantos tipos de jornalismo existem?

Existem diferentes soluções e tipos de jornalismo, não basta simplesmente saber escrever. Aqui está o que você precisa saber para escolher o mundo que prefere enfrentar com o seu teclado pessoal.

Boa pergunta, quantos tipos de jornalismo você pode encontrar em bancas de jornal ou em seu jornal online favorito? Este é um pedido importante para quem começar a trabalhar. E para quem quer escrever um artigo de jornal alinhado às suas necessidades.

Você gosta de reportar a realidade ou talvez deixar sua opinião, escrever para o trabalho é uma ideia sua. Então você quer começar esta profissão: mas como você se torna um jornalista? Você não pode improvisar e o cartão de publicidade é apenas o primeiro passo.

Mas primeiro você pode e precisa se aprofundar. Primeiro você precisa descobrir sobre os tipos de jornalismo que você pode lidar. Existem vários caminhos a seguir entre o jornal impresso e o jornalismo na web.

Tipos de jornalismo: vamos começar com as novidades – O setor de notícias é um dos tipos mais comuns de comunicação jornalística. O que é esse setor? Através da crônica, o jornalista relata os fatos à medida que ocorreram, tentando reconstruir sua ordem e objetivando o máximo de clareza.

Com as notícias não há notas pessoais, avaliações e opiniões. Verdadeiro ramo do jornalismo, a escola crônica pode abraçar a política, esportes mostra, mas os principais setores são: Preto (eventos dramáticos ligados a cenas de crime), Rosa (o tema clássico das revistas, as fofocas), Branca (assume o estilo administrativo e cívico), Judicial (a crônica ligada aos julgamentos).

Blogger: você pode ser jornalista ou vice-versa? Outro passo interessante: blogging. O que é diferente do jornalismo na web. Um jornalista pode ser um blogueiro ? A resposta parece óbvia. Claro, apenas ter um blog e publicar artigos. Apenas tenha uma opinião, um pouco de tempo a perder.

O blogueiro é aquela pessoa que trabalha a 360 graus na plataforma e que desenvolve seu nome em relação aos artigos que escreve. O blogueiro escreve, é claro, mas não apenas: ele compartilha, responde, interage, fica irritado, pede desculpas.

Tipos de jornalismo: qual você prefere? Não basta escrever a própria opinião, não é suficiente trabalhar de graça para a revista ou afastar-se do frágil distanciamento jornalístico para se tornar um blogueiro.

Jornalismo participativo

Fazer jornalismo participativo significa colocar o usuário no centro do caminho da informação. Tudo vem de baixo, a informação é criada por quem deve ler as notícias.

O jornalismo participativo (ou jornalismo cidadão) é uma forma de comunicação que parece resumir os sonhos de quem esperava uma relação direta entre os fatos e exposição. Não há filtros, não há profissionalismo.

O que acontece se torna notícia. Está escrevendo um artigo de jornal um trabalho para ligar aqueles que conhecem este campo? Depende, a coleta de fontes e materiais pode ser difícil para quem não está no local. Mas o cidadão está lá.

A pessoa comum pode se tornar jornalista durante o período de tempo necessário para reunir o que é necessário. E as redes sociais fazem o resto.

O termo jornalismo cidadão significa a tendência, impulsionada pelas redes sociais e telefones celulares, de transformar cada cidadão em repórter. Em um jornalista de campo. Uma vez que os leitores eram apenas usuários das notícias, hoje eles se tornam atores e participam da criação do produto. Obviamente, pode parecer um golpe para a profissão jornalística, na realidade, há adaptação e cooperação. O profissional envolve e explora o cidadão de maneira virtuosa.

Ter um enviado em campo a qualquer momento, capaz de tirar fotos e vídeos de boa qualidade, significa ter sempre uma fonte disponível. Obviamente, no entanto, isso significa manter os canais de comunicação abertos a qualquer momento.

O jornalismo cidadão vê o leitor como uma presença ativa no processo de criação de conteúdo. Mas como isso evolui? O conceito por trás do jornalismo participativo é simples: o digital mudou a percepção do tempo.

O cidadão torna-se jornalista e recolhe o material graças ao smartphone. Ter um jornalista em todas as esquinas: isso é jornalismo cidadão, um modelo que explora a difusão horizontal da web e você é social. E isso nos permite estar lá.

A notícia tem duração mínima, torna-se obsoleta em poucas horas. Às vezes minutos. O jogo acontece à margem da navalha e jornalistas na redação devem ser bons em interceptar a propensão do indivíduo para se comunicar, postando fotos e vídeos.

Como a Ferrovia do Grão vai melhorar o transporte das regiões Centro – Oeste e Norte, por Felipe Montoro Jens

Em outubro de 2017 a ANNT publicou os primeiros estudos sobre o leilão para a construção da EF-170, chamada também de Ferrovia do Grão e Ferrogrão. Inicialmente, o projeto terá uma grande extensão e tem como objetivo escoar a produção de estados das regiões Centro-Oeste e Norte. Quem traz o assunto é Felipe Montoro Jens, especialista em projetos de infraestrutura.

A obra da EF-170 compõe os projetos do Programa de Parceria de Investimentos e ligará os municípios de Sinop no Mato Grosso e Miritituba, no Pará. São previstos 1.142 quilômetros em uma área que passará por floresta nativa. O intuito é levar grãos e outros produtos para os portos da região Norte, que atualmente são enviados para a região Sul e Sudeste, muito distante do local de produção.

O trecho ferroviário terá um papel importante para estruturar a logística do arco norte do país. Só do estado do Mato Grosso serão escoadas as produções de soja, farelo de soja, óleo de soja, milho, açúcar, etanol, derivados do petróleo e outros itens.

Felipe Montoro Jens destaca o levantamento setorial, em que os empresários da região estimam escoar cerca de 20 milhões de toneladas do Mato Grosso pelos portos região Norte. Além disso, assim que estiver pronta, a demanda de carga alocada será de 25 milhões de toneladas na ferrovia. Para 2050, esse montante deve ultrapassar os 42 milhões de toneladas.

O leilão da Ferrogrão

O leilão concederá o direito da vencedora de explorar os serviços de transporte por 65 anos. O lance mínimo inicial será R$ 0,01, contudo a empresa terá de comprovar a capacidade de desenvolver a obra e manter as operações, isso porque a ferrovia deverá ser construída somente pela concessionária, que também será responsável pela implementação de toda companhia, reporta Felipe Montoro Jens.

A previsão de investimento é de R$ 12,6 bilhões. De acordo com o portal do PPI, a construção demanda as seguintes obrigações para a construção:

terraplanagem do solo;

obras de drenagem;

Estrutura ferroviária;

equipamentos de apoio ferroviário;

sistemas de sinalização e energia;

obras de complementação;

obras especiais;

compensação ambiental;

oficinas e instalações;

desapropriação de terras;

engenharia, trens e material rodante.

A remuneração da concessionária virá do transporte ferroviário, sendo que o risco da demanda será inteiro da empresa. O leilão ainda não tem data prevista para sua realização, reporta Felipe Montoro Jens.

Quando concluída, a Ferrovia do Grão representará uma alta capacidade logística, trazendo competitividade e reduzindo os custos de transporte para os produtores. Atualmente a produção que vai para a região Norte segue pela rodovia BR-163, a qual terá suas condições de tráfego atenuadas com a ferrovia, uma vez que será reduzido o fluxo de veículos pesados. Além disso, haverá redução nos custos de conservação e manutenção da estrada.

O novo corredor trará uma nova rota para a exportação de grãos no Brasil. Hoje, a produção matogrossense, por exemplo, segue para os portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR), distância de mais de 2 mil quilômetros desde sua origem, reportou Felipe Montoro Jens.

Como reutilizar seus melhores itens e aumentar as visitas

Claramente, seu objetivo é este: aumentar as visitas do blog. O motivo é simples: por meio de cliques públicos, você pode encontrar as pessoas certas na página de destino. Dessa forma, você aciona o processo de inbound marketing e alcança seus objetivos. Esta é a teoria, então a prática é outra coisa.

Você tem que encontrar soluções e idéias para sempre escrever novos artigos, para enriquecer o seu calendário editorial. Mas isso nem sempre é a solução certa. Às vezes você não precisa criar, mas reutilizar seu conteúdo. Publicar todos os dias é uma tarefa difícil e nem sempre pode ser sustentada para sempre.

Você pode realmente fazer muito pelo seu blog com o que você já fez. Às vezes é preciso muito pouco para redescobrir o que você fez no passado, você só precisa ter idéias para desenvolver para obter resultados interessantes. Como aumentar as visitas, o que eu já disse, mas também para revitalizar artigos antigos e nutrir uma comunidade que sempre quer descobrir coisas novas. Então você está pronto? Veja o que fazer.

Crie conteúdo para boletins informativos – Você coletou uma série de contatos de e-mail? Ótima ideia, agora você tem que usar essa herança para fazer marketing por e- mail e promover seus interesses através de uma das ferramentas mais poderosas. Mas você não pode apenas vender, você também precisa alimentar contatos com conteúdo interessante. Aqui os jogos antigos entram em jogo: você pode usá-los para criar coleções temáticas.

Você pode aproveitar os posts antigos para construir mini-guias dedicados a um tema querido para aqueles que se inscreveram para o boletim informativo. Desta forma, você obtém dois resultados úteis: criar um material que merece atenção para compartilhar via e-mail, trazer tráfego novo e interessante para artigos antigos. Mas talvez eles tenham sido aprimorados e atualizados.

Postar atualizações e notícias – A maneira mais fácil de reutilizar o que você escreveu: trate o artigo como novo conteúdo após uma atualização. Um trabalho que consiste em expandir e melhorar o que você criou no passado. O Google adora conteúdo novo e isso também se aplica às pessoas.

Dicas decisivas para escrever um blog pessoal

Escrever um blog pessoal: ainda faz sentido dedicar tempo e espaço a esse trabalho? Certamente, hoje mais que nunca. As redes sociais ganham atenção e comentários, a fragmentação das conversas está sempre à espreita. E as grandes plataformas roubam os leitores. Mas o blog é central.

Não apenas por um assunto profissional. Um diário on-line que nasce como um jogo pode se tornar uma fonte econômica: você pode ganhar com um blog, encontrar novos contatos comerciais, criar relacionamentos virtuosos com colegas, leads em potencial, amigos. Mas isso se torna uma válvula de segurança, uma área criativa.

Uma área para preservar e manter a paixão. Existem mil razões para criar um blog e continuar produzindo artigos e notícias. Hoje quero dar-lhe alguns conselhos para cumprir este compromisso. Mas também essa liberdade, essa linda aventura. Como escrever um blog pessoal?

Um diário online gratuito ou pago, um lugar onde você pode escrever suas ideias.

Mas agora tente ser honesto e pense: o que é realmente? Um lugar mágico, um espaço onde você pode ser o que você quer. O blog corporativo é uma ferramenta de trabalho, mas criar um blog WordPress para escrever seus pensamentos é um ato de liberdade. É uma maneira de gritar que você é um escritor.

Você está seguindo suas paixões? Não é um ponto trivial, não é uma passagem supérflua. Siga a paixão. Muitos pensam que podem escrever um blog pessoal com base em tudo. Então, eles escolhem os tópicos mais lucrativos, aqueles cercados por grandes números e investimentos sedutores em termos de CPC. Quais são os melhores tópicos? O que escrever em um blog pessoal se você quiser se concentrar apenas no aspecto econômico?

Mas isso funciona? Se você tem um exército de redatores da Web capazes de escrever ótimos artigos – e uma importante atividade de otimização de SEO – você pode obter resultados. Mas este não é o caminho a seguir para o seu diário. Como abrir um blog e ganhar dinheiro? Existem caminhos diferentes, mas se você quer se concentrar em um projeto pessoal , você tem que seguir o que você é, você tem que escrever algo sobre o seu mundo.

Inbound marketing: como explorar essa estratégia

O marketing de entrada é uma força para a sua estratégia online. Para aproveitar ao máximo essa linha, no entanto, você precisa usar o blog ao máximo. Algum conselho para o seu projeto e o funil?

O marketing de entrada permite que você seja encontrado quando as pessoas precisam de você. A publicidade não interrompe o uso do conteúdo: por meio do marketing inbound, portanto, a própria promoção se torna útil para o cliente.

Uma definição interessante, não é? Visto de fora, o marketing de entrada parece um universo idílico no qual tudo se torna mais fácil. Em parte. Para trabalhar nessa direção, você precisa de habilidades específicas e uma visão geral, você deve abandonar a ideia de ser capaz de obter bons resultados através de uma única ação.

Dentro do funil de entrada de marketing, há vários elementos que podem fazer a diferença. Tudo depende da passagem que é levada em consideração, e um dos mais importantes é certamente aquele em que o estranho se torna um leitor e, em seguida, um potencial condutor. Para obter tudo isso, você precisa do blog. Até que ponto?

Embora haja publicidade clássica que interrompa o uso do conteúdo, por outro há o marketing de entrada: um pensamento tático que sugere que você se torne o que as pessoas estão procurando.

Você sabe que a relação entre um indivíduo e a publicidade nunca esteve tão em crise. As pessoas notam os anúncios de banner, são intolerantes ao comercial de TV, ignoram as páginas patrocinadas sem piedade. Porque é parte do nosso equilíbrio: cuidado com aqueles que não te conhecem e querem te vender alguma coisa. Somos geneticamente predispostos, raciocinamos assim.

Aqui o marketing de entrada vem em auxílio da empresa e do freelancer: torna-se o que seus clientes procuram, amam, querem. E é encontrado através de conteúdo e notícias de qualidade. Conquiste a confiança, permita que as pessoas cheguem às páginas da web de maneira natural. Este é o significado do marketing de entrada.

Não espere a venda imediatamente, desenvolva o melhor conteúdo para que você saiba, aprecie e ame. Neste ponto, orientar o interesse para as páginas úteis para o seu propósito. É por isso que temos que encarar o funil de inbound marketing.