O que é patrimônio privado?

O termo private equity refere-se a um conjunto de ativos de capital que não estão disponíveis para troca pública. Os fundos de private equity podem ser mais detalhadamente explicados como investimentos que são feitos discreta e diretamente em uma empresa privada, sem que sejam levados ao conhecimento público.

Os investimentos em private equity também incluem a alocação de ativos de capital para a compra de empresas públicas, que consequentemente perdem seu status de instituições de patrimônio público após a compra. Em outras palavras, depois que uma empresa é sujeita a investimentos de private equity, ela não se qualifica mais para ser listada como patrimônio público na bolsa de valores.

Objetivos de private equity. O principal objetivo dos investimentos em private equity diz respeito à intenção dos investidores de obter taxas mais altas de retorno adquirindo um controle considerável ou completo sobre um negócio ou uma empresa.

Investimentos em private equity e iniciativas de financiamento são comumente realizados por investidores institucionais e de varejo, cujos interesses e objetivos podem ser diversos e variados.

Os objetivos finais podem estar relacionados às conquistas associadas à descoberta da tecnologia moderna e mais recente, ao fortalecimento de um balanço patrimonial, ao aumento do capital de giro de uma empresa ou negócio ou simplesmente a expansão de uma rede de negócios através de aquisições frutíferas.

Práticas e empreendimentos de private equity – Uma firma de private equity opera através de um esforço conjunto de um grupo de parceiros, responsável por formular decisões e assegurar sua implementação prática. O principal objetivo é garantir que os clientes acionistas possam se beneficiar ao máximo das rentáveis ​​taxas de retorno.

Os investimentos em private equity e aquisições envolvem a capacidade dos investidores de alocar uma quantidade considerável de ativos por um longo período de tempo. Um período típico de investimento dura de quatro a sete anos em média. No entanto, as exigências gerais de capital são determinadas por uma variedade de fatores, incluindo a definição e o tipo de empresas envolvidas, bem como o montante relativo de recursos acumulados por uma empresa de private equity.

O private equity é um dos campos mais complexos do setor financeiro. Um alto nível de especialização e experiência é necessário para obter insights úteis no campo e formar decisões judiciosas e recompensadoras.